terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Medicina na Argentina


Sabidamente, estudar no Brasil é muito caro. Se o aluno não aprovar numa Universidade Pública, arcará com enormes custos para conseguir um diploma superior, principalmente se a profissão escolhida for a de medicina. Neste link, pode-se ver os preços quase absurdos que são cobrados em faculdades de medicina brasileiras.

Por isso, centenas de estudantes têm vindo à Argentina cursar sua graduação. A razão é simples: na Argentina não existe vestibular, e as Universidades Públicas têm vagas para todos. Principalmente aqueles que pretendem se formar num curso muito concorrido no Brasil, como o de medicina, têm vindo à Argentina realizar seu sonho.

A universidade mais procurada é a Universidad de Buenos Aires (UBA), fundada em 1821, pública e gratuita. Ela é a maior universidade da Argentina, responsável por 30% da investigação científica do país, e uma das maiores da América Latina. A sua faculdade de medicina teve três Prêmios Nobel como ex-alunos e professores, sendo assim amplamente reconhecida. Também foi escolhida neste ano a melhor universidade da América Latina na área de Ciências da Saúde e Medicina.

Apesar do ingresso irrestito, para estudar medicina na Argentina, ou outro curso de graduação, são necessários alguns trâmites, acordados pelo Mercosul. Por isso, recomendamos a procura de uma empresa especializada no serviço de assessoria ao estudante, como a EducAR Intercâmbios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário